Login

Newsletter
captcha 
Hepatite C: “temos que aumentar o diagnóstico e o rastreio”
sábado, 01 junho 2019 10:10

Hepatite C: “temos que aumentar o diagnóstico e o rastreio”

“O aumento do rastreio e do diagnóstico da hepatite C é uma necessidade urgente". O alerta foi dado pela Dr.ª Mónica Sousa, numa sessão dedicada às hepatites, decorrida na Semana Digestiva 2019. Segundo a médica do Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, a hepatite C “pode não representar um problema agora, mas será, com toda a certeza, daqui a 10 ou 20 anos”. Em entrevista à News Farma, a especialista sintetizou em vídeo as principais mensagens da sua apresentação.

“Temos que aumentar a consciência do governo, da comunidade médica e população em geral para se manterem interessados na hepatite C", explica a Dr.ª Mónica Sousa, acrescentando que os médicos podem “ser a voz destes doentes”, uma vez que conhecem as "barreiras e desafios" da patologia no contexto português. 

Na visão da especialista, estes doentes, quando diagnosticados tardiamente, apresentam "taxas de mortalidade elevada e com muitas complicações associadas, que acabam por ter um custo muito caro" para o sistema de saúde.

Em alternativa, a Dr.ª Mónica Sousa apontou um “rastreio universal” já utilizado em Espanha e França como uma boa opção no rastreamento desta doença e consequente diagnóstico precoce.

Vídeo

Veja Também

  • Guidelines da EASL para o tratamento da hepatite C reforçam utilização de esquemas terapêuticos pangenotípicos
    2020-11-21 17:14:23
    Guidelines da EASL para o tratamento da hepatite C reforçam utilização de esquemas terapêuticos pangenotípicos

    A sessão “EASL Guidelines”, integrada no programa do primeiro dia da Semana Digestiva 2020 (edição virtual), foi protagonizada pelo Prof. Doutor Jean-Michel Pawlotsky, diretor do National Reference Center for Viral Hepatitis B, C and Delta e do departamento de Virologia do Hôpital Henri Mondor, França. Durante a sua intervenção, o especialista resumiu as principais novidades introduzidas, este ano, nas últimas guidelines da European Association for the Study of the Liver (EASL) para o tratamento da hepatite C.

  • Novas guidelines da EASL “simplificam e clarificam as melhores estratégias” no tratamento da hepatite C
    2020-11-20 16:26:01
    Novas guidelines da EASL “simplificam e clarificam as melhores estratégias” no tratamento da hepatite C

    Gastrenterologista no Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Norte - Hospital de Santa Maria e vice-presidente da United European Gastroenterology (UEG), a Prof.ª Doutora Helena Cortez-Pinto marcou presença na Semana Digestiva 2020 (SD2020) com a moderação da conferência sobre as mais recentes guidelines da European Association for the Study of the Liver (EASL) quanto ao tratamento da hepatite C, apresentadas pelo Prof. Doutor Jean-Michel Pawlotsky, diretor do National Reference Center for Viral Hepatitis B, C and Delta e do Department of Virology do Hôpital Henri-Mondor, França. Em entrevista à News Farma, a especialista referiu alguns dos pontos a salientar, bem como a sua importância a nível clínico e social. Assista ao vídeo.

  • REFERENCIAÇÃO/ACOMPANHAMENTO DE UTENTES COM COMPORTAMENTOS ADITIVOS E HEPATITE C: QUAL O CIRCUITO?
    2019-12-10 15:13:02
    REFERENCIAÇÃO/ACOMPANHAMENTO DE UTENTES COM COMPORTAMENTOS ADITIVOS E HEPATITE C: QUAL O CIRCUITO?

    Em Portugal, a hepatite C crónica é já uma das principais causas de cirrose e de carcinoma hepatocelular estimando-se que existam 150 mil infectados embora a grande maioria não esteja diagnosticada. De acordo com um estudo do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência, Portugal é um dos países europeus a apresentar as mais elevadas taxas de contaminação deste vírus, que atinge 60 a 80 por cento dos toxicodependentes.