SPGspeAPEF

Login

Newsletter
captcha 
Neoplasia do pâncreas: uma abordagem multidisciplinar
quarta, 14 junho 2017 16:02

Neoplasia do pâncreas: uma abordagem multidisciplinar

A sessão organizada pelo Clube Português do Pâncreas (CPP) no último dia da Semana Digestiva 2017 focou a abordagem terapêutica da neoplasia do pâncreas. Em entrevista à News Farma, o Dr. Pedro Moutinho Ribeiro, do Centro Hospitalar de São João, faz um resumo dos temas que deram corpo a esta sessão. Veja o vídeo.

Esta foi uma "mesa multidisciplinar", constituída por dois gastrenterologistas, um oncologista e um cirurgião, que trouxeram à discussão as suas competências e experiências para uma abordagem completa do carcinoma do pâncreas.

A Semana Digestiva 2017 foi também palco para a passagem de testemunho da direção do CPP, com o Dr. Pedro Moutinho Ribeiro a assumir a presidência deste organismo. "Um desafio que me foi colocado" e que o especialista aceita "com muita honra, orgulho e vontade de tornar o CPP mais dinâmico".

O principal objetivo da nova direção é dar mais destaque ao CPP, fomentando a investigação, ações formativas e de sensibilização junto da população sobre as doenças pancreáticas.

Vídeo

Veja Também

  • TUMOR SÓLIDO PSEUDO PAPILAR DO PÂNCREAS: UM DESAFIO DIAGNÓSTICO
    2018-07-19 15:38:50
    TUMOR SÓLIDO PSEUDO PAPILAR DO PÂNCREAS: UM DESAFIO DIAGNÓSTICO

    A neoplasia sólida pseudopapilar do pâncreas não possui ainda uma estratégia bem definida em termos de vigilância e terapêutica dada a raridade da patologia. O risco de aproximadamente 15% de malignização obriga a uma discussão multidisciplinar centrada no doente.

  • TUMOR NEUROENDÓCRINO ATÍPICO COMO IMITADOR DE NEOPLASIA SÓLIDA PSEUDO-PAPILAR DO PÂNCREAS
    2018-07-19 15:29:48
    TUMOR NEUROENDÓCRINO ATÍPICO COMO IMITADOR DE NEOPLASIA SÓLIDA PSEUDO-PAPILAR DO PÂNCREAS

    Uma proporção de NETs pode conter áreas císticas e necróticas compostas por células não coesas e alguns casos de NSPP podem mostram um padrão de crescimento predominantemente sólido sem estruturas pseudopapilares. A distinção destas duas entidades é essencial porque as patologias apresentam prognóstico, estratégia de follow-up e tratamento claramente distintas. A imunohistoquímica é fundamental para distinguir casos de NET do TSPP quando a morfologia não é típica.

  • EUS-FNA EM LESÕES SÓLIDAS DO PÂNCREAS – ACUIDADE E SEGURANÇA
    2018-07-19 15:10:30
    EUS-FNA EM LESÕES SÓLIDAS DO PÂNCREAS – ACUIDADE E SEGURANÇA

    A punção aspirativa por agulha fina guiada por ecoendoscopia (EUS-FNA) é considerada o método de primeira linha no diagnóstico de lesões sólidas do pâncreas. O nosso objetivo foi avaliar a acuidade diagnóstica da EUS-FNA nas lesões sólidas do pâncreas.

Programa Semana Digestiva 2019

Programa provisório, sessões e horários podem sofrer alterações