Login

Newsletter
captcha 
“A deficiência de ferro é responsável por mais de 50% dos casos de anemia mundialmente”
sábado, 21 novembro 2020 09:52

“A deficiência de ferro é responsável por mais de 50% dos casos de anemia mundialmente”

“A anemia por deficiência de ferro é subdiagnosticada e subtratada em doentes que são hospitalizados com hemorragia digestiva, portanto é um problema que importa corrigir, porque é uma questão do quotidiano”. Quem o afirma é o Prof. Doutor José Cotter, diretor do Serviço de Gastrenterologia do Hospital da Senhora da Oliveira – Guimarães, em entrevista à News Farma, no âmbito da sessão “O ouro vermelho – gestão da anemia na hemorragia digestiva”, a decorrer na Semana Digestiva 2020. Veja o vídeo.

“Se existir uma suspeita clínica de uma hemorragia digestiva, ou uma anemia não tratada já previamente diagnosticada, ou quando os valores de hemoglobina estiverem entre os sete e os 10 grama por decilitro”, então os doentes devem ser submetidos para o tratamento da anemia de carência de ferro.

O especialista esclarece que este pode ser feita de três formas distintas: “Através da utilização de ferro oral, da possibilidade de fazer transfusões, ou da possibilidade de ferro endovenoso”, dependendo sempre do doente em questão.

No entanto, alerta para os critérios que são tidos em conta quando são realizadas transfusões: “A transfusão não é uma solução, é uma solução de urgência e de emergência, mas com parâmetros bem definidos, havendo boas alternativas com eficácia apreciável que evitam a realização em demasia das transfusões”, conclui.

Vídeo

Veja Também